Notícias

POTENCIAL ECONÔMICO E VALORIZAÇÃO DA AMAZÔNIA ABRIRAM 2º WEBINAR IGVB

A economia, as possibilidades e o desenvolvimento da Amazônia, os amazônidas e a frente ambientalista estiveram na pauta de discussões do primeiro dia do 2º Webinar IGVB – Brasil 2022: 200 Anos de Independência, 06 de outubro. Na ocasião, o jornalista Alexandre Garcia, e via on-line o General Villas Bôas, receberam o presidente da Eletros – Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos, Jorge Nascimento, e o jornalista Lorenzo Carrasco.

Na abertura, Maria Aparecida Villas Bôas, presidente do Conselho Superior do IGVB, leu o discurso escrito pelo General Villas Bôas para a ocasião. No discurso, o General se mostrou confiante no sucesso desta edição, assim como foi na anterior, e acrescentou: “Nossa principal garantia de êxito se respalda na presença do jornalista Alexandre Garcia, quem com permanente coerência pauta o exercício da profissão no compromisso para com a verdade e com seus leitores, o que não impede que eventualmente se veja obrigado a enfrentar percalços naturais para quem segue princípios”.

Nascimento

Presidente da Eletros, Jorge Nascimento defendeu que o amazônida é o verdadeiro guardião da floresta. “A gente não pode fazer com que a Amazônia permaneça intocada punindo quem a preserva. A gente tem que ter a conservação. A conservação da floresta é o mais acertado caminho para a melhoria da qualidade de vida da população, a manutenção do que nós temos lá de riqueza natural e a soberania do País”, defendeu.

Nascimento falou sobre valorização e possibilidades de desenvolvimento sustentável na Amazônia, destacando pontos importantes sobre a Zona Franca de Manaus. “A gente tem que colocar a Zona Franca embaixo do braço e mostrar pro mundo que nós temos um modelo de desenvolvimento que dá certo e que respeita o meio ambiente. E que é falso dizer que a Amazônia, essa grandeza toda, está largada. Não, ela está bem cuidada e a gente tem que valorizar isso daí”, apontou.

Carrasco

Para o jornalista mexicano Lorenzo Carrasco, a Amazônia é o “pegamento” do Brasil – ele usa a palavra que em português significa “cola” para afirmar o quanto a floresta tropical é essencial na identidade brasileira. “Se tu imaginas: um Brasil sem a Amazônia. Poderia haver uma balcanização do país, por regionalismos, do Sul, do Leste, do Centro, de Minas. E os regionalismos se unificam na defesa da Amazônia. Isso que comecei a aprender quando cheguei ao Brasil”, explicou.

Ele dissertou, ainda, sobre indigenismo-ambientalismo, o qual considera: um ataque à identidade cultural do Brasil, uma ameaça à integridade territorial, uma violação dos direitos das populações indígenas e uma ideia baseada em ideologia racial. “Aqui há uma questão de racismo extremo. As pessoas dizem: vamos defender os indígenas, mas na verdade está sendo criado um apartheid reverso, culturalmente”, projetou.

O 2º Webinar IGVB foi transmitido ao vivo pela plataforma Zoom, onde pode haver interação com os palestrantes, e pela página do IGVB no Facebook. A gravação deste dia pode ser vista no canal do IGVB no Youtube, no link: https://www.youtube.com/watch?v=G0zNetYyovc ou no perfil do Facebook, no link: https://www.facebook.com/InstitutoGVB/videos/220063093360952.

Após a participação no Webinar, Jorge Nascimento visitou o Gen Villas Bôas na residência da família

Deixe uma resposta

×

Powered by WhatsApp Chat

×