Notícias

IGVB LANÇA COLEÇÃO DE LIVROS PENSADORES DO BRASIL

Por 22/12/2020 Sem comentários

Quatro títulos foram apresentados no evento e em breve estarão disponíveis nas livrarias.

O Instituto General Villas Bôas (IGVB) lançou, no dia 21 de dezembro, os primeiros quatro livros da coleção “Pensadores do Brasil”, em cerimônia de lançamento apresentada pelo jornalista Alexandre Garcia. O evento aconteceu no auditório “Ipê Amarelo” do Ministério do Meio Ambiente e contou com a presença do Vice-Presidente Hamilton Mourão; do Ministro da Educação, Milton Ribeiro; do Secretário Especial de Assuntos Estratégicos, Almirante Flávio Rocha; da Presidente do IGVB, sra Maria Aparecida Villas Bôas; do Diretor Executivo do IGVB, General Marco Aurélio Vieira; do Diretor Adjunto, Alexandre Chitarrelli Torres. O General Eduardo Dias da Costa Villas Bôas participou via plataforma on-line, bem como alguns membros do Conselho Editorial do IGVB.

Alexandre Garcia foi o Mestre de Cerimônia

Alexandre Garcia foi o Mestre de Cerimônia

O projeto “Pensadores do Brasil” tem o objetivo de resgatar o pensamento clássico brasileiro e trazê-lo para o debate público contemporâneo, a partir de um Conselho Editorial constituído por intelectuais, que faz a seleção dos títulos da coleção. Integram o Conselho: o General Eduardo Dias da Costa Villas Bôas (Presidente), o General Marco Aurélio Costa Vieira, o Prof Dr Antônio Flávio Testa, General Alberto Mendes Cardoso, Embaixador Carlos Henrique Cardim, professor-doutor Carlos Hugo Studart Corrêa, historiador Jorge Henrique Cartaxo, professor-doutor José Teodoro Menck, professor-doutor Marcelo Granjeiro Quirino, professor-doutor Marcos Vinícius Rodrigues, professor-doutor Paulo Roberto Kramer, General Luiz Eduardo Rocha Paiva, General Ridauto Lucio Fernandes, professor-doutor Ronald Britto Poletti.

Esse primeiro lançamento marcou o início de uma missão: editar 200 livros da coleção “Pensadores do Brasil” até 2022, para comemorar os 200 anos de Independência do Brasil. Trata-se da reedição de obras clássicas lançadas a partir de 1922, que estão esgotadas há muito tempo e são difíceis de encontrar, e de livros que, na visão do Instituto, ainda têm muito a contribuir para a construção de um Brasil do futuro.

RESGATE

Em breve discurso, o Vice-presidente Hamilton Mourão ressaltou a importância do projeto do IGVB para promover o resgate da cultura do País. “O Instituto, que leva o nome de um dos mais notáveis vultos militares da nossa geração, assume um papel de vanguarda na luta para romper o que a hegemonia e o consenso fizeram com a cultura nacional”, declarou. Mourão disse, ainda, que o projeto “faz justiça ao nosso passado histórico e oferece às novas gerações um conhecimento diferenciado sobre os problemas nacionais”. Concluiu valorizando a coleção: “As ideias constroem, as ideologias destroem”.

Vice-Presidente General Mourão e o Ministro da Educação Milton Ribeiro

Vice-Presidente General Mourão e o Ministro da Educação Milton Ribeiro

A Presidente do Instituto, Maria Aparecida Villas Bôas, leu uma mensagem do General Villas Bôas, que agradeceu a todos que tornaram realidade a ideia das coleções. “Na verdade hoje estamos plantando uma semente e esperamos que frutifique no que ousamos propor”, assinalou. Em suas palavras, o Diretor Executivo do IGVB, General Marco Aurélio Vieira, agradeceu os parceiros e explicou a importância da iniciativa. “A ideia é buscar, por intermédio desses livros e desses autores de renome, não só estimular a leitura, mas sim arejar o ambiente intelectual brasileiro, resgatar polêmicas, trazer ao palco novos pensadores, muitos talvez conhecidos apenas regionalmente, provocar o embate de conhecimentos, confrontar as diversas correntes de pensamento”, apontou.
LIVROS

Foi o Secretário Executivo do Conselho Editorial, Professor Antônio Flávio Testa, quem apresentou as obras já editadas pelo projeto “Pensadores do Brasil”:

  • A Organização Nacional, de Alberto Torres, com prefácio do Professor Carlos Ivan Simonsen;
  • Geopolítica e Poder, de Golbery do Couto Silva, com prefácio do General Alberto Mendes Cardoso;
  • Missão Rondon e a Expedição Roosevelt, com o prefácio do indigenista Mercio Pereira Gomes e
  • A Amazônia e a Cobiça Internacional, de Arthur Cezar Ferreira Reis, com prefácio do General Eduardo Dias da Costa Villas Bôas.

Os primeiros exemplares impressos estiveram em exposição no evento e em breve estarão disponíveis para compra.

Obras que foram lançadas

Obras que foram lançadas

Fotos: Bruno Batista/VPR @brunobatistafoto

Deixe uma resposta